Em 2016, os clientes contrataram o Studio para desenvolver um projeto de interiores de um apartamento adquirido ainda na planta. Alguns meses se passaram, e, na sequência, a família aumentou. Com o desenvolvimento do projeto, a área se mostrou muito aquém das expectativas de espaço, e a oportunidade de comprar uma casa surgiu.  

A construção, possivelmente do final dos anos 50, erguida num bairro arborizado, porém central, apresentava uma miscelânea de estilos, oriundas de sucessivas ampliações e reformas, mas, possuía a área ideal. Deu-se então início a um ambicioso projeto de reforma, que reconfigurou todos os espaços e trouxe a construção para os dias atuais.  

Alguns pontos de distribuição da casa foram mantidos, como garagem e serviços na frente, assim como a posição de escada. Outros foram completamente reconfigurados, como o living, que agora se descortina completamente para os fundos do terreno, onde foram reposicionados a piscina e a área de lazer.  

 

Durante a fase inicial de demolição, constatou-se que muitas estruturas estavam precárias, o que acabou gerando um projeto estrutural completamente novo, assim como todas as outras instalações, que foram refeitas do zero. 

Um pedido da proprietária era que a casa fosse extremamente luminosa, com o maior número de aberturas possíveis e com materiais que refletissem a luz natural. Para isso, explorou-se o uso de caixilhos de alumínio e vidros minimalistas, mármore branco Paraná em todo o piso térreo, e algumas paredes em Travertino bruto, material eleito para toda a área externa, inclusive como revestimento da piscina.

Portas pivotantes e paredes que ocultam aberturas e armários foram revestidos em Accoya, uma espécie de pinus escandinavo extremamente resistente e que possui uma tonalidade naturalmente acizentada. Além do piso do piso superior, que também recebeu o revestimento de Accoya. 

 

Mais importante de tudo, a casa acabou ganhando um rooftop de cerca de 150m2, que foi completamente destinado como um espaço para os três filhos. O mobiliário infantil, que inclui além de armários, escorredor com piscina de bolinas, palco, paredes de escalada, pista de corrida, “lojinha” e “cozinha” foi todo desenvolvido pelos arquitetos do Studio, em parceria com a cliente. O resultado? As brincadeiras nunca têm fim!

PROJETO

LIGHT HOUSE

ANO DE CONCLUSÃO

2020

ÁREA CONSTRUÍDA

1226m²

LOCALIZAÇÃO

SÃO PAULO, SP – BRASIL

ARQUITETO LÍDER

GUILHERME TORRES

PAISAGISMO

HANAZAKI (?)

FOTOGRAFIA

DENILSON MACHADO — MCA STUDIO

PROJECT

LIGHT HOUSE

COMPLETION YEAR

2020​

GROSS FLOOR AREA

1226m²

LOCATION

SAO PAULO, SP – BRAZIL

LEADER OF ARCHITECTURE

GUILHERME TORRES

LANDSCAPING

FERNANDO HANAZAKI

PHOTOGRAPHY

DENILSON MACHADO — MCA STUDIO

In 2016, the clients hired the Studio to develop an interior design project for an apartment they had bought in the planning stage. A few months passed, and soon after, the family grew. As the project developed, the area proved to be far below their space expectations, and the opportunity to buy a house arose.   
  
The building, possibly from the late 1950s, built in a wooded yet central neighborhood, presented a miscellany of styles, arising from successive expansions and renovations, but it had the ideal area. An ambitious remodeling project was then started, which reconfigured all the spaces and brought the construction up to date.   
  
Some of the house's distribution points were maintained, such as the garage and services in the front, as well as the staircase position. Others were completely reconfigured, such as the living room, which now opens out completely to the back of the property, where the pool and recreation area were repositioned.   
  
During the initial demolition phase, it was found that many structures were in poor condition. This led to a completely new structural project, as well as all the other facilities, which were redone from scratch.  
  
One of the owner's requests was to make the house extremely bright, with as many openings as possible and with materials that reflect natural light. To achieve this, we explored the use of aluminum frames and minimalist glass, white Paraná marble throughout the first floor, and some walls in raw Travertine, the material chosen for the entire outdoor area, including the pool lining.   
  
Pivot doors and walls concealing openings and cabinets, as well as the the second level's floor finish, were clad in Accoya, an extremely resistant species of Scandinavian pine that has a natural grayish hue. In addition to the floor of the upper floor, which also received the Accoya coating.  
  
Most importantly, the house ended up with a 150 square meter rooftop, which was completely intended as a space for the three children. The children's furniture, which includes cabinets, a slide with a ball pit, a stage, climbing walls, a running track, a "little shop" and "kitchen", was all developed by the Studio's architects, along with the client. And the result? The fun never ends!   

Em 2016, os clientes contrataram o Studio para desenvolver um projeto de interiores de um apartamento adquirido ainda na planta. Alguns meses se passaram e, na sequência, a família aumentou. Com o desenvolvimento do projeto, a área se mostrou muito aquém das expectativas de espaço e a oportunidade de comprar uma casa logo surgiu.

 

A construção, possivelmente do final dos anos 50, erguida num bairro arborizado, porém central, apresentava uma miscelânea de estilos oriundas de sucessivas ampliações e reformas, mas que possuía a área ideal. Deu-se então início a um ambicioso projeto de reformado que reconfigurou todos os espaços e trouxe a construção para os dias atuais.

 

Alguns pontos de distribuição da casa foram mantidos, como garagem e serviços na frente, assim como a posição de escada. Outros foram completamente reconfigurados, como o living, que agora se descortina completamente para os fundos do terreno onde foram reposicionados a piscina e a área de lazer.

 

Durante a fase inicial de demolição, constatou-se que muitas estruturas estavam precárias, o que resultou em um projeto estrutural completamente novo, assim como as demais instalações, refeitas do zero.

 

Um pedido da proprietária era que a casa fosse extremamente luminosa, com o maior número de aberturas possíveis e com materiais que refletissem a luz natural. Para isso, explorou-se o uso de caixilhos e vidros minimalistas; foi utilizado mármore branco Calacata em todo o piso térreo e Travertino bruto em algumas paredes, material eleito para toda a área externa, inclusive como revestimento da piscina.

 

O principal desafio de conceber um espaço em cores monocromáticas foi equilibrar os aspectos de uma casa real, acolhedora e confortável. Uma vez que a cor branca foi definida, abusamos das texturas, volumetrias e iluminação — natural ou artificial — para compensar a ausência de outras cores. Um ambiente totalmente branco pode se tornar frio e estéril, mas se usado corretamente, o branco irá enfatizar a entrada de luz e trará sensações de serenidade e pureza.

Portas pivotantes e paredes que ocultam aberturas e armários, assim como o piso superior, foram revestidos em Accoya, uma espécie de pinus escandinavo extremamente resistente e de tonalidade naturalmente acizentada.

 

Mais importante de tudo, a casa acabou ganhando um rooftop de cerca de 150 m2 foi completamente destinado como um espaço para os três filhos pequenos. O mobiliário infantil, que inclui além de armários, escorregador com piscina de bolinas, palco, paredes de escalada, pista de corrida, “lojinha” e “cozinha”, foi todo desenvolvido pelos arquitetos do Studio, em parceria com a cliente. O resultado? As brincadeiras nunca têm fim!

PROJETO

LIGHT HOUSE

 

ANO DE CONCLUSÃO

2020

 

ÁREA TOTAL

1.226m²

 

LOCALIZAÇÃO

SÃO PAULO, SP, BRASIL

 

 

FOTOGRAFIA

DENILSON MACHADO ─ MCA STUDIO

Crafted in the heart of one of the most high-end neighbourhoods of São Paulo, the 1100m2 residence was built by the owner’s grandparents in the 1960s. The original house was designed following a neoclassical style and had a very closed and compartmentalized floor plan.  

 

The project aimed to rethink the spatial distribution of the environments, opening the internal spaces and creating new structures that transformed the house into a contemporary work of art, in total harmony with the client, a young DJ and music producer. 

 

The house presents it’s self with a very sophisticated style yet very informal. The project was developed using a palette of timeless materials of white Brazilian marbles contrasting with an elaborate ebony woodwork. 

 

All the furniture was entirely designed by the architect, who is also and designer. The sofas in the main living room and the fireplace room are covered in fabric and leather, in a modular system that allows infinite combinations. The dining table, purposely just mounted with one chair, maintains the dramatic mood of the decor. Pictures and objects are few and belong to the personal collection of the owner. 

 

The ebony wood walls hide doors and spaces like the wine cellar, which is separated from the office designed with acrylic panels that create a tasting area and accommodate wines, one of the owner great passions. 

 

On the upper floor, a generous 140 m2 master suite integrates bedroom, terrace, closet and bathrooms without any formal divisions. Walls with luminous panels mixed with ebony wood panels create subtle divisions. Again, all the furniture was developed especially for these spaces. 

All the upper floor spaces are open through black perforated movable metal panels, creating a very strong graphic effect:  pixelating the crowns of the trees that surround the whole construction, giving a surreal touch to a project that does not propose fully decorated spaces, but a careful and detailed selection furniture, that will receive the many layers of affective memory over the years.

PROJECT

V2 HOUSE

 

YEAR

2018

 

BUILT AREA

1.100m²

 

LOCATION

SÃO PAULO, SP, BRASIL

 

 

PHOTOGRAPHY

DENILSON MACHADO ─ MCA STUDIO

AWARDS