O grande caixote de madeira chama a atenção de todos dentro e fora do condomínio, em Londrina, Paraná.

A casa, projetada para um casal jovem, aboliu os espaços e divisões tradicionais.

O projeto levou em consideração solucionar alguns fatores do terreno. A sua localização no ponto mais alto do condomínio, somado a grande extensão de muros de divisa do condomínio formavam uma situação de pouquíssima privacidade para o lote.

Para contornar este desafio, a solução adotada pelo arquiteto foi a de criar um platô formando o nível térreo, circundado por um cinturão de muros que abraçam toda a construção e criaram um perímetro de separação com o muro do condomínio.

A partir desta premissa, um grande caixote de alvenaria revestido em madeira foi concebido na parte mais regular do terreno, deixando a área em formato de trapézio para o jardim e piscina.

O conceito principal de quebra de paradigmas se dá logo na entrada: o portão de entrada conduz o visitante a caminhar pela piscina e adentrar a casa pelo átrio com pé direito duplo, onde toda a casa se comunica. A parede solteira, oculta o volume de escada. No térreo, a área de living funciona como um elo entre a área interna e externa, através das grandes portas pivotantes. A cozinha é integrada ao ambiente, com um nicho onde foram instalados os fogões e até mesmo a churrasqueira a carvão. A área de refeições é perfeitamente integrada à cozinha e living, uma situação ideal e verdadeira, eliminando a duplicidade de espaços tão vigente nos projetos atuais.

Até mesmo o lavabo foi projetado como um vestiário para a piscina.

Acima, o quarto do casal é separado do living por uma parede de vidro, revelando até o cubo de alvenaria que abriga vasos sanitários e chuveiros. Pias e closet são integrados ao espaço de dormir. A casa conta ainda com mais duas suítes, para abrigar hóspedes e a filha adolescente do proprietário, que os visita com certa freqüência. O hall formado logo junto à escada serve como um espaço para um estúdio, e tem as janelas protegidas por elementos vazados em concreto. Soluções simples e poucos materiais, porem usados em quantidades generosas conferem personalidade e um toque atemporal a este projeto, que mostra um jeito mais simples de morar.

PROJETO

LA HOUSE

ÁREA CONSTRUÍDA

410 m²

ANO DE CONCLUSÃO

2009

 

LOCALIZAÇÃO

LONDRINA, PR, BRASIL

 

 

FOTOGRAFIA

DENILSON MACHADO ─ MCA STUDIO

The big wooden box calls everybody’s attention from inside and outside of the condominium in Londrina, Brazil.

The house, designed for a young couple, abolished the spaces and traditional partitions. The Project took in consideration some factors of the lot, since it was located in the highest point of the condominium, and its wide extension of boundary walls, created a lack of privacy situation to the lot.

To come through this situation, the adopted solution was to create a ground level plateau foundation, surrounded by walls that embrace the whole construction and create a perimeter in between the condominium walls.

From this premise, the big concrete box was covered with cumaru wood and created in the most regular part of the site, leaving the area in a trapezoid shape to the garden and pool.

The core concept of breaking paradigms was given right in the entrance: the entrance gate leads the guests to walk by the pool and come inside the house by the double height atrium, where the whole house communicates. In the ground floor the single entrance wall hides the stairs, the living room area works as the link between the inside and outside, through big pivoting doors.

The kitchen was integrated into the environment, with a niche where stove and even barbecue place was installed. The meal area is perfectly integrated to the kitchen and living room. Even the lavatory was designed to work as a pool changing room.

On the upper floor the master suite is separated from the living room atrium by a glass wall, the toilet and closet are integrated to the sleeping area.

PROJETO

LA HOUSE

ÁREA CONSTRUÍDA

410 m2

ANO DE CONCLUSÃO

2009

 

LOCALIZAÇÃO

LONDRINA, PR, BRASIL

 

 

FOTOGRAFIA

DENILSON MACHADO ─ MCA STUDIO