PROJECT

FL STUDIO

YEAR OF CONCLUSION

2016

LOCATION

SAO PAULO, SP, BRAZIL

LEADER OF ARCHITECTURE

GUILHERME TORRES

PHOTOGRAPHY

DENILSON MACHADO – MCA STUDIO

A young lawyer contacted Studio Guilherme Torres to create the project for his loft located in a modern building in São Paulo, with a very clear request: he would like the same atmosphere as the Guilherme Torres exhibition “Hotel Black”. The brand new apartment had a broad plan with a double ceiling height, so it was possible to create a mezzanine that double its area.  

The project was conceived with a very precise woodwork for the furniture, which allowed to hide doors and home appliances and created a stair between the two floors. This feature unified all the spaces and created an illusion of having more space than there actually is. On the other hand, a cement coating was used in the floor and ceiling, allowing pure surfaces. The strict choice of the materials was taken to the limit, just as in the bedroom, where the bed is also a desk. This element provides the “deluxe hotel’’ touch as desired by the client. At the same time, the kitchen, the bathrooms and even the bathtub were made in corian.  

 

The austere atmosphere created by the architecture was broken by the décor, that uses the images from the photographer Gabriel Wickbold and special objects found by the architects with different styles. The owner, according to Guilherme, would have an alter ego like ‘Mr. Grey’ from E. L. James books, with the sober and sophisticated materials used in the apartament. 

PROJETO

FL STUDIO

ANO DE CONCLUSÃO

2016

LOCALIZAÇÃO

SÃO PAULO, SP, BRASIL

ARQUITETO LÍDER

GUILHERME TORRES

FOTOGRAFIA

DENILSON MACHADO – MCA STUDIO

O jovem advogado procurou o Studio Guilherme Torres para contratar o projeto de interiores de seu loft, situado num moderno edifício em São Paulo, com um briefing muito claro: gostaria de um espaço que remete à atmosfera proposta pelos arquitetos numa mostra de interiores, onde haviam apresentado o “Hotel Black”. O apartamento, recém entregue, apresentava um amplo espaço com pé direito duplo, que serviu como base para ser totalmente reconfigurado, ganhando um mezanino que dobrou sua área útil.

  

O projeto foi concebido tirando proveito de uma marcenaria muito precisa, que mimetizou portas, ocultou eletrodomésticos e fez as vezes inclusive de escada entre os pavimentos. Este recurso, além de conferir unicidade a todos os espaços, criou a ilusão de espaços muito mais amplos. Como contraponto, cimento polimérico foi aplicado nos pisos e forros, criando planos puros. Esta rigidez na escolha dos materiais foi levada a extremos, como na suíte, na qual a cama em laca fosca engloba a função de escrivaninha na mesma peça, conferindo o ar de “hotel deluxe”, tão desejado pelo cliente. Ao mesmo tempo, bancadas da cozinha, dos banheiros e mesmo a banheira sob medida em corian seguem o mesmo tom.

  

O clima austero da base de arquitetura foi quebrado pela produção, que abusa das obras do fotógrafo Gabriel Wickbold, e por peças garimpadas pelos arquitetos nos mais variados estilos e procedências. O proprietário, segundo Guilherme Torres, teria um alter ego como o Mr. Grey dos romances de E. L. James no que toca seu gosto por materiais sóbrios e sofisticados, numa atmosfera que traduz a personalidade do dono da casa.