O Ecomercado Palhano, projetado pelo Studio Guilherme Torres em Londrina, Brasil, visa criar um marco para a cidade e uma referência em arquitetura sustentável. O projeto está sob certificação do selo LEED e aplica os conceitos de ampla iluminação e ventilação naturais, o uso de materiais e recursos locais, ampla economia energética e uso racional da água. 

O mercado foi concebido para agregar diversos comércios relacionados à alimentação, como nos tradicionais mercados municipais de grandes centros. A região escolhida fica em frente a um lago artificial numa área nobre da cidade. Um grande desafio foi vencer o grande aclive do terreno, de 25m, respeitando a altura máxima de 7,5m imposta pela legislação local. Após uma grande escavação do terreno, o projeto camuflou toda a estrutura de serviços e as garagens, deixando somente o pavimento da área comercial à vista. Na cobertura, um grande deck de observação com um jardim suspenso abriga 3 restaurantes que tem vista para o privilegiado entorno. 

O caráter principal por parte do conceito criado pelo arquiteto é desenvolver a autoestima dos cidadãos da cidade, através da consolidação da obra como um símbolo de desenvolvimento sustentável para a cidade e como um marco pioneiro neste sentido. O projeto conta com a assessoria de um escritório especializado em consultoria ambiental, a Master Ambiental, e tem toda a execução chefiada pelo engenheiro Edgar Marin. A iniciativa é do grupo imobiliário Raul Fulgêncio. O projeto recebeu o prêmio Planeta Casa, da Editora Abril, que divulga as ações voltadas para a sustentabilidade no Brasil. 

PROJETO

MERCADO PALHANO

ÁREA TOTAL CONSTRUÍDA

11.000m²

LOCALIZAÇÃO

LONDRINA, PR, BRASIL

ANO DE CONCLUSÃO

2012

FOTOGRAFIA

??? 

PROJECT

MERCADO PALHANO

BUILT AREA

11.000m²

LOCATION

LONDRINA, PR, BRASIL

YEAR OF COMPLETION

2012

PHOTOGRAPHY

??? 

The Palhano Ecomarket, designed by Studio Guilherme Torres, is located in Londrina, Brazil.  Aiming to create a milestone for the city and a reference in sustainable architecture, the project is under the LEED (Leadership in Energy and Environmental Design®) certification and applies concepts of illumination and natural ventilation, as well as the use of local materials and resources, wide energetical economy and the rational use of water. 

 

The market was conceived to aggregate different commerce related to food product shop, just like in traditional municipal markets which are found in big cities. The selected region is located in front of an artificial lake in a prime area of the city. A big challenge was to overcome the 25m acclivity of the lot, respecting the maximum height of 7,5m imposed by the local legislation.  After extensive excavation of the lot, the project managed to camouflage all the structure of services and the garages, leaving only the commercial floor area in sight. On the upper level, a big observation deck with hanging gardens accommodates 3 restaurants with a privileged view of the surroundings.

The core idea of the concept created by the architect is to develop the self-esteem of the citizens of Londrina, through the consolidation of the project as a symbol of sustainable development for the city, as well as a pioneer enterprise in this direction. The project relies on the support of an environment consultancy company called Master Ambiental, and also has the project execution headed by the engineer Edgar Marin. The initiative comes from the real estate group Raul Fulgêncio. The project has just been awarded with the Planeta Casa Award, from Abril Publishing House, that disseminates the actions that promote sustainability in Brazil.