O casal de advogados com filho pré-adolescente chegou ao Studio GT com um pedido bastante específico: integrar dois apartamentos na cobertura de um prédio situado em tradicional bairro de São Paulo, transformando-o num espaço ergonômico, funcional, plástico e, acima de tudo, humanizado com as digitais dos moradores, e que abrigasse o acervo de obras de arte da família, em evolução.  

   

Tomando partido da simetria, os arquitetos criaram espaços que se refletem a partir do eixo central desencadeado por uma estante em “U”, que oculta o hall de entrada e encapsula a caixa de circulação do edifício. A partir deste móvel, que funciona como espinha dorsal – e organizadora – do projeto, duas prumadas hidráulicas descobertas durante a demolição receberam duas mesas de corian engastadas em suas estruturas. De um lado, surgem os equipamentos de cozinha, do outro, uma bancada de escritório. 

  

A partir do mesmo eixo central, o sofá Slice, desenho autoral de Guilherme Torres para a Nos Furniture, propõe dois momentos de estar. O lado mais longilíneo funciona como um prolongamento da área de refeições, enquanto seu oposto face ao escritório abriga o estar com tv. Seguindo a premissa de espaço expositivo, todas as paredes são imaculadamente brancas, com sistema de iluminação desenvolvido especialmente para este projeto: sancas que abrigam leds descem dos forros, em rasgos dramáticos. O piso recebeu epóxi negro e a marcenaria, lâminas de bambu. No mobiliário, flat e sofisticado, destacam-se luminárias icônicas de Charlote Perriand, poltrona de Lina Bo Bardi, mobiliário vintage brasileiro e banco de inox de Zanini de Zanine, entre outras peças.  

   

Nos extremos da planta, de um lado foi posicionada a suíte do casal com closet integrado ao banheiro – tudo na mesma cadência quase monástica do branco, contrastando radicalmente com o piso preto. Do outro, duas suítes, uma para o filho e outra para hóspedes, fecham o layout.  

Um oásis contemporâneo com muitas paredes livres, como páginas em branco que contarão a trajetória de uma família que vive sem pressa – e sem frieza – a máxima de que menos, sem dúvidas, é muito mais.  

PROJETO

CI APARTMENT

LOCALIZAÇÃO

SÃO PAULO, SP – BRASIL

ÁREA TOTAL

192m²

 

 

ARQUITETO LÍDER

GUILHERME TORRES

 

 

FOTOGRAFIA

DENILSON MACHADO — MCA STUDIO

O casal de advogados com filho pré-adolescente chegou ao Studio GT com um pedido bastante específico: integrar dois apartamentos na cobertura de um prédio situado em tradicional bairro de São Paulo, transformando-o num espaço ergonômico, funcional, plástico e, acima de tudo, humanizado com as digitais dos moradores, e que abrigasse o acervo de obras de arte da família, em evolução.  

   

Tomando partido da simetria, os arquitetos criaram espaços que se refletem a partir do eixo central desencadeado por uma estante em “U”, que oculta o hall de entrada e encapsula a caixa de circulação do edifício. A partir deste móvel, que funciona como espinha dorsal – e organizadora – do projeto, duas prumadas hidráulicas descobertas durante a demolição receberam duas mesas de corian engastadas em suas estruturas. De um lado, surgem os equipamentos de cozinha, do outro, uma bancada de escritório. 

  

A partir do mesmo eixo central, o sofá Slice, desenho autoral de Guilherme Torres para a Nos Furniture, propõe dois momentos de estar. O lado mais longilíneo funciona como um prolongamento da área de refeições, enquanto seu oposto face ao escritório abriga o estar com tv. Seguindo a premissa de espaço expositivo, todas as paredes são imaculadamente brancas, com sistema de iluminação desenvolvido especialmente para este projeto: sancas que abrigam leds descem dos forros, em rasgos dramáticos. O piso recebeu epóxi negro e a marcenaria, lâminas de bambu. No mobiliário, flat e sofisticado, destacam-se luminárias icônicas de Charlote Perriand, poltrona de Lina Bo Bardi, mobiliário vintage brasileiro e banco de inox de Zanini de Zanine, entre outras peças.  

   

Nos extremos da planta, de um lado foi posicionada a suíte do casal com closet integrado ao banheiro – tudo na mesma cadência quase monástica do branco, contrastando radicalmente com o piso preto. Do outro, duas suítes, uma para o filho e outra para hóspedes, fecham o layout.

Um oásis contemporâneo com muitas paredes livres, como páginas em branco que contarão a trajetória de uma família que vive sem pressa – e sem frieza – a máxima de que menos, sem dúvidas, é muito mais.  

PROJETO

CI APARTMENT

LOCALIZAÇÃO

SÃO PAULO, SP – BRASIL

ÁREA TOTAL

192m²

 

 

ARQUITETO LÍDER

GUILHERME TORRES

 

 

FOTOGRAFIA

DENILSON MACHADO — MCA STUDIO